São Paulo, 15 - O projeto de construção de uma fábrica de etanol com capacidade de produção de 100 milhões de galões em Spiritwood, no estado norte-americano de Dakota do Norte, foi adiado em função da falta de água no local e aos preços altos do milho (utilizado como matéria-prima), de acordo com o jornal Jamestown Sun, citando o Newman Group, uma das empresas envolvidas no projeto. Os preços do milho precisam recuar para que a produção de etanol seja viável, segundo Harold Newman, do Newman Group.

Ele acrescentou que não tem uma estimativa de quando será possível começar a construção da fábrica. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.