Milan diz que libera Ronaldinho para disputar Olimpíada

A diretoria do Milan anunciou nesta quarta-feira que o meia-atacante Ronaldinho, recém-contratado pelo clube, será liberado para disputar a Olimpíada de Pequim. Havia a dúvida sobre a presença do atleta nos Jogos, já que a equipe não permitiu que Kaká servisse a seleção brasileira.

Agência Estado |

"Nós respeitamos o compromisso que ele fez antes de chegar ao Milan. Se ele já fosse um jogador do clube antes, não liberaríamos, mas ele foi comprado a uma semana da apresentação para os Jogos", explicou o vice-presidente do clube, Adriano Galliani, durante a entrevista coletiva de apresentação do atleta. Ronaldinho foi confirmado no clube no início da noite de terça-feira.

O técnico do Milan, Carlo Ancelotti, também aprovou a participação de Ronaldinho em Pequim. "Será uma boa ocasião para ele pegar ritmo de jogo", argumentou o comandante da equipe italiana.

Ronaldinho foi um dos três jogadores acima de 23 anos chamados por Dunga para a seleção olímpica, que tenta conquistar a inédita medalha de ouro. Thiago Silva, do Fluminense, e Robinho, do Real Madrid, foram as outras opções do treinador.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG