Candidato à Presidência da Câmara dos Deputados, o deputado Michel Temer (PMDB) reuniu 27 deputados de diversos partidos da bancada parlamentar fluminense. Na presença do governador do Rio, Sérgio Cabral, e do prefeito da capital, Eduardo Paes, ambos peemedebistas, Temer reafirmou que fortalecerá a unidade do Parlamento com a proporcionalidade partidária na ocupação dos cargos da Mesa Diretora e prometeu trabalhar em harmonia com os outros poderes.

Uma das promessas do candidato foi distribuir a relatoria dos projetos de acordo com a representatividade dos partidos. Opositores ao atual presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), o acusam de distribuir as relatorias apenas para petistas e deputados da base aliada. "Vamos garantir a presença de todos os partidos nas relatorias obedecendo assim ao projeto de constitucionalidade", afirmou Temer após a reunião.

Escolhido como primeiro suplente da chapa de Temer, o deputado Marcos Maia (PT-RS) afirmou que o nome de Temer é unanimidade entre a bancada de 80 deputados petistas. "Já decidimos até os nomes para a Mesa Diretora. A eleição de Temer representa o resgate da utopia da Câmara como instituição independente", declarou Maia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.