Michel Temer desmente boatos de que iria acumular presidência do PMDB e da Câmara

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Michel Temer (PMDB-SP), garantiu nesta quinta-feira que irá se licenciar da presidência do PMDB em breve. Segundo Temer, a deputada Iris Araújo, vice-presidente do partido, vai sucedê-lo até as novas eleições internas, em março de 2010.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Vou [me licenciar] em breve. Não tem data ainda, mas vou me licenciar para, enfim, permitir que outros possam também conduzir o partido, disse Temer.

A afirmação do presidente entra em conflito com as declarações do líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), defensor da idéia de manter Temer na presidência do partido até 2010, quando haverá eleições majoritárias e o PMDB será o fiel da balança para a escolha do novo presidente da República.

Henrique Eduardo Alves disse ainda que Temer poderia se candidatar à reeleição e permanecer à frente do PMDB por mais um mandato. Questionado sobre o assunto, Michel Temer disse não ter pensado sobre o tema ainda.

Isso [tentar mais um mandato como presidente do PMDB] eu li hoje no jornal. Mas isso [a nova eleição] é em março de 2010. Vamos ver qual é o quadro político existente no país e no PMDB, afirmou.

Leia mais sobre: Michel Temer

    Leia tudo sobre: michel temer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG