Londres, 1 jul (EFE).- A venda de álbuns de Michael Jackson desde sua inesperada morte, na quinta-feira passada, supera a de Elvis Presley e John Lennon após suas mortes também repentinas, disse a cadeia de lojas britânica HMV.

Segundo Simon Fox, diretor-executivo da companhia, desde a trágica morte, as vendas de discos do "rei do pop" se multiplicaram por 80. Em vida, Michael vendeu mais de 750 milhões de álbuns.

A HMV, que tinha garantido um grande estoque de álbuns do cantor por causa da série de 50 apresentações que ele faria em Londres a partir de julho, vendeu todos os discos que tinha e agora espera por um novo fornecimento da Sony Music.

O álbum mais procurado pelos fãs é a coletânea "Number Ones", seguida de "Thriller", de 1983, que muitos consideram seu melhor disco e que é o mais vendido na história da música pop.

O terceiro disco mais vendido nos últimos dias é a também coletânea "King of Pop", lançado em agosto do ano passado por ocasião do 50º aniversário do cantor. EFE jr/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.