Michael Jackson morre aos 50 anos; autópsia será realizada nesta sexta-feira

Michael Jackson, o rei do pop, morreu aos 50 anos nesta quinta-feira, após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, em Los Angeles. A informação foi confirmada pelo legista-chefe do Estado, Fred Coral. Segundo ele, uma autópsia será feita nesta sexta-feira para determinar a causa da morte.

Redação com agências internacionais |

Após sofrer a parada cardíaca, Jackson foi levado às pressas para o hospital UCLA Medical Center. Uma ligação para o número de emergência foi feita de sua casa às 12h21 (hora local). No telefonema, teria sido informado que uma pessoa não estava respirando.

Quando o time de paramédicos chegou em sua residência, em Holmby Hills, Jackson já estava sendo submetido a ressuscitação cardio-respiratória, que continuou na ambulância até o hospital. A equipe que o socorreu não teria conseguido reanimá-lo.

A família foi logo chamada ao hospital. O pai do cantor, Joe Jackson, teria dito ao site TMZ que "ele não estava bem", mas afirmou ainda não conhecer os detalhes de seu estado.

Michael Jackson deixa três filhos, Michael Joseph Jackson, Jr., Paris Michael Katherine Jackson e Prince "Blanket" Michael Jackson 2 o .

AP
Jovem acende vela em frente ao hospital para o qual Jackson foi levado

Jovem acende vela em frente a hospital para o qual Jackson foi levado

As circunstâncias da morte do cantor serão investigadas pela polícia de Los Angeles e, segundo o legista Fred Coral, o resultado da autópsia deve ser conhecido na tarde desta sexta-feira.

O jornal Los Angeles Times informou, ainda, que detetives irão colher depoimentos de familiares e amigos além dos empregados que providenciaram seu resgate e dos médicos que o atenderam no hospital.

Jermaine Jackson, um dos irmãos do astro, afirmou que os profissionais tentaram reanimá-lo por mais de uma hora. "Seu médico pessoal, que estava com ele no momento, tentou reanimá-lo", contou Jermaine, entre lágrimas.

"Após chegar ao hospital, às 13h14 local (17h14 de Brasília), uma equipe de médicos, que incluía cardiologistas, também tentou reanimá-lo. Por mais de uma hora tentaram, mas não conseguiram", completou, pedindo que a imprensa repeite o momento difícil pelo qual passa sua família.

Segundo um advogado ligado aos Jacksons, o cantor estava tomando vários medicamentos para entrar em forma visando realizar uma série de concertos no próximo mês, em Londres, que marcariam sua volta aos palcos.

O advogado Brian Oxman destacou que o uso destes medicamentos preocupava a família, já que vários membros do staff de Jackson tinham autorização para obter estas drogas.

"Não sei exatamente os remédios que ele tomava, mas as informações de que dispomos indicam uma ampla gama" de medicamentos, disse Oxman.

Retorno aos palcos

O cantor se apresentou no Brasil em 1993, quando fez dois shows, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Você viu alguma dessas performances? Mande seu relato para o Minha Notícia  ou para o Videomensagem .

Na ocasião do aniversário de 50 anos do cantor, em agosto do ano passado, o iG preparou um especial com biografia, fotos, músicas e curiosidades sobre o cantor. Clique na imagem abaixo para acessar:



O retorno do cantor aos palcos estava marcado para acontecer dia 13 de julho, em Londres em uma temporada de 50 apresentações na 02 Arena.

As apresentações foram anunciadas em uma coletiva de imprensa na capital inglesa. Confira o vídeo da coletiva .

Contudo, recentemente diversas notícias especulavam sobre seu estado de saúde e colocavam em dúvida a realização dos shows do cantor:


Relembre as fases da carreira de Michael Jackson; veja o vídeo:


Veja também


Opinião


Leia mais sobre Michael Jackson


    Leia tudo sobre: michael jacksonmúsicapop

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG