Michael Jackson é processado por rejeitar cantar com sua família

LOS ANGELES ¿ A produtora encarregada de produzir o anunciado show dos Jackson Five processou Michael Jackson hoje, sob a acusação de que o cantor descumpriu a promessa de atuar com sua família, informou o site especializado em famosos TMZ.

EFE |

A AllGood Entertainment apresentou o caso perante um tribunal federal americano para reivindicar ao "rei do pop" um valor mínimo de US$ 20 milhões em indenização e que o juiz cancele os shows de Jackson, a partir do mês que vem, em Londres.

A produtora alegou que o artista tinha assinado um acordo, através de seu agente, prometendo que atuaria no reencontro familiar sobre os palcos, no qual os Jackson Five voltariam a cantar juntos, acompanhados da irmã, e também cantora, Janet Jackson.

Segundo a denúncia da AllGood Entertainment, Jackson renegou o contrato e combinou, separadamente, seus shows no Reino Unido.

Os documentos apresentados perante a Corte asseguram que Jackson e seu representante Frank Dileo "se aliaram secretamente com a AEG (uma produtora londrina)" com pleno conhecimento de que o "rei do pop" tinha se comprometido a fazer o show com sua família primeiro.

A produtora americana afirmou que o acordo firmado com Jackson impedia que ele fechasse outros contratos até três meses depois de sua reaparição com os Jackson Five.

Jackson afirmou que ele nunca assinou nenhum contrato com a AllGood, somente seu agente. A AllGood desconsiderou o discurso por afirmar que Dileo responde por Jackson.

    Leia tudo sobre: michael jackson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG