Michael Jackson é destronado da lista dos mais vendidos no Reino Unido

Michael Jackson foi destronado nesta segunda-feira do primeiro lugar das listas dos mais vendidos no Reino Unido, que ele liderou ininterrumpidamente durante oito semanas depois de sua morte.

Redação com agências |

O álbum "The Essential Michael Jackson" (2005) foi rebaixado para a sexta posição dos 100 mais vendidos na semana, informou a empresa The Official UK Charts.

"The Essential" permaneceu sete semanas consecutivas como o número 1, depois sete dias de reinado absoluto de outro álbum do rei do pop, "Number Ones" (2003), cujas vendas dispararam poucos dias depois de sua repentina morte em 25 de junho.

Exposição

O centro de eventos londrino O2, onde estava prevista a volta aos palcos de Michael Jackson, terá neste segundo semestre uma exposição de objetos pessoais do cantor, informou hoje a organização.

Desde a morte do "rei do pop", há dois meses, semanas antes do início da série de 50 shows que ele deveria oferecer na capital britânica, o O2 se transformou em um lugar quase de culto, utilizado pelos fãs para honrar a memória do cantor.

Justamente por este motivo, os responsáveis do pavilhão e a organização Arts and Exhibitions International chegaram a um acordo com os dois administradores do patrimônio de Michael, o advogado John Branca e o diretor fonográfico John McClain, para levar a Londres parte dos objetos pessoais e profissionais do cantor.

Apesar de que ainda não haver detalhes da mostra, a organização afirma que trabalhará com a família e pessoas próximas ao cantor "para criar uma retrospectiva que reflita fielmente o talento e espírito" de Michael Jackson.

Londres foi o cenário do último grande comparecimento público de Michael, que foi à capital britânica em março para apresentar a série de 50 shows que deveriam reunir mais de 1 milhão de pessoas.

Três meses e meio depois, em 25 de junho, o "rei do pop" morreu em sua residência em Los Angeles (EUA), após aparentemente ter sofrido uma parada cardíaca.

(Com informações da AFP e da EFE)

Leia mais sobre: Michael Jackson

    Leia tudo sobre: cantormichael jacksonpop

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG