Seis pessoas são assassinadas em menos de três horas na Grande BH

Segundo as investigações, a maior parte das mortes está ligada ao consumo e ao tráfico de drogas

Denise Motta, iG Minas Gerais | 11/03/2011 17:36

Compartilhar:

A Polícia Militar de Minas Gerais registrou seis assassinatos em menos de três horas, na noite de ontem, na Grande Belo Horizonte. Os crimes ocorreram entre 20h08 e 22h45. Em quatro casos há suspeitas de motivação por tráfico de drogas e em outros dois há envolvimento de adolescentes.

Em uma das ocorrências foi registrada a morte de um menor. Em outra, um adolescente teria baleado duas pessoas e foi detido em flagrante. Este jovem foi o único suposto autor capturado pela polícia mineira. Em todos os assassinatos foram utilizadas armas de fogo.

Segundo o assessor de Imprensa da Polícia Militar de Minas, capitão Gedir Rocha, “consideramos atípica essa situação porque trabalhamos em várias operações para diminuir os homicídios. Vamos fazer um levantamento para identificar o que houve e reforçar o policiamento nos locais dos crimes. Também é preciso que a população denuncie pelo telefone 181. A denúncia é fundamental neste processo”.

Cronologia dos crimes

A PM registrou às 20h08 da quinta-feira, no Bairro Palmital, em Santa Luzia (Grande Belo Horizonte), a aproximadamente 20 quilômetros da capital, o homicídio de uma mulher, por motivos ainda desconhecidos. Ela tinha 26 anos, foi atingida na cabeça e no braço direito e não resistiu.

Doze minutos depois, a polícia foi acionada a 15 quilômetros do assassinato em Santa Luzia. Um jovem de 17 anos recebeu quatro tiros e faleceu na região do Bairro Castelo, em Belo Horizonte. Há suspeita de que o adolescente tenha envolvimento com drogas.

Praticamente no mesmo horário, os policiais de Minas atenderam um chamado a cinco quilômetros de onde o rapaz de 17 anos foi morto. Um homem de 35 anos recebeu quatro tiros e morreu no Bairro Dom Bosco, capital mineira. O crime, conforme informações preliminares da polícia, estaria relacionado à dívida da vítima com traficantes.

Às 21h08, um outro crime ocorreu em Ribeirão das Neves (Grande BH), no Bairro Veneza, distante 27 quilômetros do último assassinato. A vítima, desta vez, foi um jovem de 22 anos, alvejado com cinco disparos.

A 19 quilômetros do crime em Ribeirão das Neves, militares foram acionados em Betim (Grande BH), por volta de 22h15. A vítima, um homem de 27 anos, morto por quatro tiros, era usuária de drogas, de acordo com informações de seus familiares.

Um outro crime, com envolvimento de um adolescente, foi registrado pela PM mineira a aproximadamente 50 quilômetros de Betim. A PM foi acionada às 22h45 para ir à Vila Apolônia, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, onde dois jovens foram baleados. As idades deles são desconhecidas, mas um outro adolescente, suspeito de cometer o crime, foi detido. A motivação, conforme informações preliminares, teria sido dívida com traficantes.
 

    Notícias Relacionadas



    Ver de novo