Presidente do PSDB em BH defende candidura própria em 2012

Eleito presidente municipal neste sábado, deputado estadual João Leite é ex-goleiro do Clube Atlético Mineiro

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Eleito presidente do PSDB de Belo Horizonte, o deputado estadual João Leite defendeu neste sábado (30) a candidatura própria do PSDB na eleição municipal de 2012. "A candidatura própria é uma vontade da base do partido. Vamos discutir com as nossas lideranças. Temos vários nomes, principalmente do deputado federal Rodrigo de Castro", destacou o dirigente, referindo-se ao filho do secretário de Estado de Governo de Antonio Anastasia (PSDB), Danilo de Castro. Recentemente, Rodrigo de Castro defendeu a aliança com o atual prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda (PSB).

Divulgação
O presidente eleito do PSDB de BH, João Leite, ex-goleiro do Atlético Mineiro, ao lado de Aécio Neves, em foto de arquivo de outubro de 2000

A afirmação do presidente do PSDB da capital mineira contraria a tese defendida pelo atual prefeito, de que seria bom reeeditar a aliança entre sua legenda, o PT e o PSDB. Recentemente, o senador Aécio Neves defendeu a continuidade da aliança, sob argumento de que a parceria é exitosa, mas lembrou que os tucanos possuem nomes para lançar, caso a decisão seja pela candidatura própria. Aécio e Anastasia não participaram da eleição interna do PSDB municipal neste sábado.

O sentimento geral na eleição do PSDB em Belo Horizonte foi de que os tucanos estão ansiosos pela candidatura própria na sucessão de Lacerda. Dos 236 delegados existentes, 202 votaram em João Leite para presidir o partido na capital de Minas. Leite foi candidato único, de consenso, e substitui Frederico Pacheco, primo de Aécio sem cargo eletivo.

Ex-goleiro do Clube Atlético Mineiro, ele exerce o quinto mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É um dos deputados que em plenário saiu em defesa de Aécio por conta do episódio em que o senador foi parado em uma blitz com a carteira de habilitação vencida , no Rio de Janeiro. João Leite disputou e perdeu a prefeitura de Belo Horizonte nos anos 2000, para Célio de Castro, já falecido, e em 2004, para Fernando Pimentel, hoje ministro de Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior.

PT e PV

O PT mineiro, assim como o PSDB, possui lideranças que defendem a candidatura própria na eleição do ano que vem em Belo Horizonte. São cotados para a disputa o atual vice-prefeito, Roberto Carvalho, e o deputado federal Miguel Corrêa. Também é lembrado o nome do ex-ministro de Desenvolvimento Social e Combate à Fome Patrus Ananias, derrotado candidato a vice-governador no ano passado, em chapa encabeçada pelo ex-ministro das Comunicações Hélio Costa.

Outro partido que lançou pré-candidatos recentemente foi o PV. Em visita à Câmara Municipal de Belo Horizonte neste mês, a presidenciável derrotada Marina Silva (PV), ex-senadora, defendeu a candidatura própria da legenda em BH. Os nomes levantados por ela foram do deputado estadual Délio Malheiros e do ex-deputado federal José Fernando Aparecido, candidato derrotado ao governo de Minas em 2010.

    Leia tudo sobre: PSDBAécio NevesBelo Horizonte2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG