Polícia investiga morte de paciente após lipoaspiração em MG

Kátia Maciel Dias de Oliveira passou por cirurgia de lipoaspiração na quarta-feira (6) e morreu nesta quinta-feira

AE |

selo

A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para investigar a morte de uma mulher submetida a uma lipoaspiração em Belo Horizonte. A funcionária pública Kátia Maciel Dias de Oliveira, de 38 anos, morreu nesta quinta-feira, após ser submetida ao procedimento na quarta (6).

Ela fez a lipoaspiração em uma clínica na Savassi, área nobre da capital mineira, e deveria ter alta na manhã de hoje. Porém, quando os familiares chegaram para buscá-la, foram informados de que Kátia havia morrido. A princípio, a funcionária pública teria sofrido uma embolia pulmonar. A clínica não teria alvará de funcionamento. Na sexta-feira (8), a polícia deve começar a ouvir testemunhas do caso.

    Leia tudo sobre: mortelipoaspiração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG