Pará precisa de mais dinheiro para fazer plebiscito, diz juiz

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado afirma que valor de R$ 7,8 milhões não é suficiente para realizar a votação

Wilson Lima, iG Maranhão |

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), Ricardo Ferreira Nunes, afirmou que o valor de R$ 7,8 milhões para a realização do plebiscito dia 11 de dezembro sobre a criação dos Estados de Carajás e de Tapajós serão insuficientes. A declaração foi dada em entrevista ao jornal "Diário do Pará" e foi publicada nesta quarta-feira (06).

Leia também: Plebiscito sobre divisão do Pará é marcado para 11 de dezembro

Arte/iG
Se proposta for aprovada, o Pará vai ser o menor dos três Estados que vão surgir da sua divisão

Ricardo Nunes disse que pretende pedir uma revisão orçamentária para ser enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) antes da consulta pública. Inicialmente, o TSE estimou em R$ 5 milhões os gastos com o plebiscito. Agora, já foram garantidos R$ 7,8 milhões. Os maiores custos do plebiscito serão com a logística da votação, principalmente para atingir regiões consideradas isoladas do Estado. “Vamos precisar de mais recursos, com certeza”, disse Nunes.

Outra preocupação manifestada pelo presidente do TRE é com a demora na resolução da greve dos funcionários do órgão, que estão com as atividades paralisadas desde o dia 15 de junho. Ele admitiu que a paralisação pode atrapalhar a organização do plebiscito.

Dados do TRE-PA apontam que 4,4 milhões de eleitores estão aptos a participar do plebiscito. Aproximadamente 15,2 mil urnas eletrônicas serão utilizadas. A votação transcorrerá das 8h às 17h. Pelo calendário do plebiscito, o registro das duas frentes (a favor e contra a divisão do Estado) deve ser realizado até dia 12 de setembro e a campanha começará um dia depois por meio da internet, panfletos e carros de som. A campanha no rádio e TV será iniciada no dia 11 de novembro.

    Leia tudo sobre: ParáTapajósCarajásplebiscito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG