Organizadora diz que festa American Pie foi ideia da filha de 15 anos

Cristiane Ferreira afirma que evento com adolescentes bêbados e striptease foi feito pela filha. "Só aluguei o salão", diz ela, que conta nunca ter visto filme homônimo

Denise Motta, iG Minas Gerais | 05/08/2011 20:28

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

A fotógrafa Cristiane Ferreira, investigada pela polícia de Minas Gerais pela promoção de uma festa inspirada no filme “American Pie” afirma que sua filha de 15 anos seria a mentora do evento. No filme, jovens perdem a virgindade com bebidas alcoólicas.  

A festa na região centro-sul de Belo Horizonte terminou com a chegada do Juizado da Infância e da Juventude, que flagrou adolescentes com bebidas alcoólicas e um striptease. Na ocasião, no último dia 22 de junho, 109 adolescentes foram parar na delegacia.

Foto: Divulgação/Twitter Ampliar

Convite da festa, American Pie

Leia também: Festa com menores bêbados termina em caso de polícia em Belo Horizonte

Dizendo não ter tido qualquer lucro com a festa, a fotógrafa afirmou ter promovido o evento pela filha. Ela disse não querer jogar a responsabilidade em cima da garota, mas apontou a filha como mentora de todo evento. “Eu não vou colocar a responsabilidade total na minha filha porque ela organizou, ela vendeu os ingressos, ela fez tudo. As ideias que vinham na cabeça deles, eram tudo deles, nada era meu. A única coisa que eu fiz foi alugar o salão, observar a festa e coordenar a festa. Não vou jogar a responsabilidade para a minha filha nunca”.

A fotógrafa confessou que no local havia bebida alcoólica e disse que a filha colocava as pulserinhas que identificavam maiores e menores de 18 anos. “Era open bar para maiores de idade. Isso estava claro, estava escrito no balcão. Era pulserinha vermelha para maior e pulserinha branca para menor. Quem estava colocando as pulserinhas era a minha menina e os meninos. Então não fui eu que coloquei as pulserinhas”.

Cristiane disse que, “em qualquer festa”, maiores de 18 anos repassam bebidas a menores. A fotógrafa também alegou desconhecer o filme que deu nome à festa polêmica promovida no dia 22. “Eu estava até querendo pegar na locadora. Eu sabia que existia um filme chamado "American Pie", mas eu nunca podia imaginar que era um filme sobre orgia, sobre sexo. Eu nunca vi o filme”.

Ela ainda afirmou que sua filha de 15 anos possui amigos e está na idade de se reunir com colegas. Portanto, avisou: pretende continuar a promover encontros de jovens em sua casa. “Sobre as festas aqui em casa, vai continuar vindo adolescente aqui? Vai. Ela tem 15 anos. São os amigos dela. Eu não quero nenhum mal para estes meninos. Eu só quero a minha imagem limpa.”

A boate em que ocorreu a festa na semana passada não tinha alvará para promover o evento e a fotógrafa poderá responder por corrupção de menores. “Eu não pensei. Eu não pensei não. Eu não sabia que eu precisaria deste alvará”, concluiu

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG


Ver de novo