Operação da PF prende oito em Minas por 'saidinha de banco'

Saque Seguro visa combater quadrilha que assalta pessoas que saem do banco depois de efetuar saques

AE |

selo

Oito pessoas foram presas hoje durante a operação "Saque Seguro II", deflagrada por 60 agentes da Polícia Federal em Minas Gerais. Outras sete continuam foragidas e estão sendo procuradas. A operação visa o combate a uma quadrilha sediada na região metropolitana de Belo Horizonte especializada nos crimes conhecidos como "saidinha de banco".

Estão sendo cumpridos ao todo 13 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão contra membros da quadrilha. O grupo havia sido investigado e preso pela PF na operação "Saque Seguro", realizada em 2008, porém os integrantes foram colocados em liberdade por força de habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Agora, os envolvidos estão sendo presos em virtude de condenação proferida pela 5ª Vara Criminal da Justiça Estadual de Belo Horizonte. Dentre os 16 membros da quadrilha, um deles foi executado em fevereiro de 2010, por um colega, em razão de uma disputa pela divisão de R$ 50 mil, roubados em uma "saidinha".

    Leia tudo sobre: saquesaidinha de banco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG