Jovem de 17 anos tem gêmeas siamesas em Minas Gerais

Vitória e Viviane nasceram no dia 9 de junho, unidas pelo abdômen. Agora, hospital tenta saber se elas compartilham mesmo coração

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Dilvulgação
Vitória e Viviane nasceram unidas pelo abdômen: chance de sobrevivência é de 50% em casos como estes
Vitória e Viviane, com poucos dias de vida, travam uma batalha pela vida. Gêmeas siamesas, elas nasceram na última quinta-feira (09) em Timóteo, a 196 quilômetros de Belo Horizonte, no Vale do Aço.

De acordo com informações do Hospital e Maternidade Vital Brasil São Camilo, local do parto das gêmeas, elas nasceram unidas pelo abdômen e há suspeitas de que compartilhem o mesmo coração.

Segundo os médicos, a probabilidade de um casal ter gêmeos siameses é de um em cada 60 mil nascidos e um em cada 290 gêmeos. Ainda segundo a equipe do hospital, a chance de óbito neste caso é de 50%.

A família

A mãe, uma adolescente de 17 anos, mora em Coronel Fabriciano, cidade a 198 quilômetros de Belo Horizonte, também no Vale do Aço. Durante o pré-natal, ela não realizou nenhum ultrassom e, portanto, não esperava que estivesse grávida de gêmeas.

Divulgação
O exame de raio-x mostra que as gêmeas não compartilham os mesmos ossos
"A paciente chegou ao hospital sem os exames básicos de pré-natal e sem ter realizado ultrassonografia neste tempo em que foi acompanhada por uma Unidade Básica de Saúde de Coronel Fabriciano", afirma o obstetra Guerino de Marta, responsável pelo parto.

Por causa da alta complexidade do caso, os bebês foram transferidos no último sábado (11) para a Santa Casa de Belo Horizonte. De acordo com boletim divulgado, as meninas têm quadro clínico estável e, no dia seguinte ao nascimento, já respiravam sem a ajuda de aparelhos.

Na avaliação do pediatra Dênio Siqueira, os bebês podem compartilhar partes do intestino e fígado, mas, aparentemente, não há comprometimento de ossos. O principal problema agora é saber se elas, de fato, compartilham o mesmo coração.

    Leia tudo sobre: gêmeossiamesesminas geraisbelo horizonte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG