Homicídios aumentam 16,33% em 2011 em Minas Gerais

Pela primeira vez em sua gestão, o governador Antonio Anastasia (PSDB) admitiu alta nos índices de criminalidade no Estado

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Pouco antes das 6 horas desta quarta-feira (29), um homem foi assassinado a tiros em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de seis horas depois, outro homem foi assassinado da mesma forma, desta vez em Igarapé, também na Grande Belo Horizonte. Entre um crime e o outro, o governo mineiro divulgou uma estatística alarmante. De 2010 para 2011, o número de assassinatos no Estado cresceu mais de 16%.

Em todo o País: Taxa de homicídios cresce 124% nos últimos 30 anos no Brasil

Pela primeira vez em sua gestão, o governador Antonio Anastasia (PSDB) admitiu alta nos índices de criminalidade no Estado. Nesta quarta-feira (29), a Secretaria de Estado de Defesa Social divulgou dados de 2011 sobre a criminalidade em Minas Gerais, indicando um aumento, em relação a 2010, de 10,8% na taxa de crimes violentos (homicídios, homicídios tentados, estupros, roubos e roubos à mão armada). Quando fala-se apenas em homicídios, o índice de aumento sobe para 16,33%. De 15,84 para 18,43 a cada 100 mil habitantes.

Violência em Minas Gerais:

Empresário é suspeito de atirar contra moradores de rua

Câmera flagra suspeitos de crime ao carregarem corpo em Belo Horizonte

Conforme o governo mineiro, o aumento no índice é reflexo do tráfico de drogas e diversas ações para frear a curva ascendente da criminalidade em Minas estão sendo feitas, como o programa Rua Livre .

A divulgação dos dados de violência no Estado ocorreu após pressão de jornais mineiros. Em reportagens, eles questionaram a falta de transparência nas estatísticas no governo Anastasia. Durante a gestão de Aécio Neves (PSDB), antecessor de Anastasia, sempre eram divulgadas periodicamente.

Cinco municípios do Nordeste estão entre os dez mais violentos do Brasil

Morte de negros aumenta e de brancos diminui nos últimos oito anos

“No ano passado, a taxa por grupo de 100 mil habitantes, que leva em conta o crescimento populacional, foi de 277,78, contra 250 em 2010. Em números absolutos, as ocorrências aumentaram de 50.625 para 56.593”, informou a assessoria de imprensa da secretaria de Defesa Social.

Na região metropolitana da capital mineira, a taxa de crimes violentos subiu de 545,05 para 624,54, de 2010 para 2011, em um grupo de 100 mil habitantes. Já apenas na capital, o aumento foi de 703,91 para 783,91, no mesmo período e universo analisado de 100 mil pessoas.

Em São Paulo:

Homicídios caem 3% e latrocínios saltam 20% em São Paulo em 2011

Estupros aumentam 11,5% em São Paulo

Em 2011, 3.754 pessoas foram assassinadas em Minas Gerais, contra 3.201 do ano de 2010. Também conforme as informações do governo, em 392 dos 853 municípios mineiros, ou seja, 46%, não foi registrado homicídio no ano de 2011. Também na Grande Belo Horizonte, o número de homicídios aumentou entre 2010 e 2011. No ano passado foram registrados 1.801 assassinatos, contra 1.494 do ano anterior. A taxa para um grupo de 100 mil habitantes, neste período, passou de 28,92 para 34,42.

    Leia tudo sobre: homicídioscriminalidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG