Suspeita da polícia é de que Nivaldo das Graças Moura, de 49 anos, tenha degolado os parentes antes de se enforcar

A polícia de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, investiga a morte de quatro pessoas da mesma família que chocou a cidade a 145 quilômetros de Belo Horizonte. Segundo a investigação, um homem de 49 anos matou a mulher e os dois filhos e depois se enforcou, entre a noite de terça e a madrugada desta quarta-feira.

Amigos e familiares inconformados depois de serem informados sobre a morte da família
AE
Amigos e familiares inconformados depois de serem informados sobre a morte da família
Pai de duas crianças, o sargento Junio Sérgio Monteiro Pacheco, da Polícia Militar da cidade, se deparou com a cena chocante na manhã desta quarta-feira (13). A polícia foi acionada às 7h30 por funcionários de um supermercado da cidade, que estranharam a ausência do proprietário do comércio. Os militares subiram em uma escada para acessar a casa de Nivaldo das Graças Moura, que fica acima do supermercado. Lá, encontraram os dois filhos e a mulher do comerciante mortos. A suspeita é de que Nivaldo tenha degolado os parentes antes de se enforcar. O corpo do comerciante foi encontrado amarrado a uma corda, na mesma casa.

Corda que teria sido usada pelo proprietário do supermercado para se enforcar
AE
Corda que teria sido usada pelo proprietário do supermercado para se enforcar
“Tenho 22 anos de polícia e nunca vi algo igual. Se você visse, não acreditaria. Tenho dois filhos em idades parecidas (com os garotos mortos) e fico pensando na vida. Acredito que apenas um surto explique um crime como este”, lamentou o sargento, sobre uma linha de investigação relacionada ao fato de que Nivaldo estaria em processo de tratamento contra depressão. “As pessoas acreditam que ele possa ter tido um surto”, completou o militar.

O sargento detalhou o cenário do crime à reportagem do iG . “Os cortes eram tão profundos que as cabeças das vítimas chegaram a quase se separar do corpo. Estavam deitadas nas camas, pareciam que estavam dormindo. Ele supostamente utilizou uma faca de açougueiro e os cortes foram muito profundos. O encontramos enforcado no terceiro andar da casa, isolado dos quartos. Ele amarrou a corda e, antes de saltar, se golpeou com a faca no peito. Seria a mesma faca que usou para matar a mulher e os filhos”, contou.

Livalda Elizabet Silva Moura, 46 anos, esposa do comerciante, os filhos Diego Silva Moura, 16 anos, e Matheus Silva Moura, 9 anos, além do próprio Nivaldo, são velados na noite desta quarta-feira, na Câmara Municipal da cidade. O enterro deles, no cemitério municipal da cidade, está marcado para 10h desta quinta-feira (14).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.