Homem de 30 anos mantinha casa de prostituição há sete anos. No local, foram apreendidos celulares e pacotes de preservativos

selo

Um estudante de 30 anos foi preso nesta sexta-feira, em Juiz de Fora (MG), por manter uma casa de prostituição há sete anos. A polícia também cumpriu um mandado de prisão contra um cliente que estava no local para contratar os serviços sexuais.

Leia também: Rede de prostituição cobrava mil reais por virgindade de jovem

Cinco prostitutas, com idades entre 25 e 35 anos, foram encontradas no imóvel e conduzidas para a delegacia juntamente com o estudante e o cliente. O proprietário da residência será autuado em flagrante pelo crime de manutenção de casa de prostituição. As mulheres serão ouvidas e liberadas.

A ação foi resultado de cerca de dez dias de investigação, iniciadas após uma denúncia anônima. Na operação foram apreendidos um notebook com várias fotografias das cinco mulheres que estavam na casa, 16 aparelhos de celulares utilizados para atender os clientes, dezenas de pacotes de preservativos masculinos, uma agenda com a contabilidade e R$ 2.050,00.

Leia outras notícias sobre prostituição:

- Deputados do Pará apuram rede de prostituição dentro de cadeias

- Dono do Bahamas é condenado a 11 anos e oito meses de prisão

- Gabinete de vereador foi usado para realização de programa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.