Estudante de medicina diz que esfaqueou colega por amor

Aluno da UFMG confessa crime e diz que tomou decisão porque não era correspondido. A garota está na UTI, mas fora de perigo

Denise Motta, iG Minas Gerais |

O estudante de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Vitor Guilherme Carvalho Ribeiro, de 22 anos, confessou ter esfaqueado sua colega de sala, Maria Luiza Costa Pinto, de 21 anos, no último domingo. Procurado pela polícia de Minas, ele se apresentou no final da tarde de hoje, foi ouvido e liberado.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais deve se pronunciar nas próximas horas sobre o pedido de prisão preventiva do rapaz. Ele atacou a jovem sob a justificativa de que estava apaixonado, não era correspondido e tinha ciúmes da garota.

O crime aconteceu em frente à casa de Maria Luiza, depois de uma festa da universidade. O pai dela acabou ferido ao defendê-la. Maria Luiza está internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Pronto Socorro João XXIII e está fora de perigo. Ela foi atingida por oito facadas nas costas, peito e abdômen.

A Faculdade de Medicina da UFMG não informou se o estudante já havia sido advertido por mau comportamento, sob argumento de que a universidade tem como procedimento padrão preservar seus alunos.

    Leia tudo sobre: UFMGestudanteMinas Gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG