Em BH, Dilma lança programa de assistência às grávidas

Na 2ª visita ao Estado em 10 dias, presidenta reúne em sua cidade natal políticos tucanos e petistas no lançamento do Rede Cegonha

Denise Motta, iG Minas Gerais |

A presidenta Dilma Rousseff (PT) reúne na manhã desta segunda-feira (28), em Belo Horizonte, políticos do PT e do PSDB em evento de lançamento da Rede Cegonha, programa voltado à assistência às grávidas. O governador tucano Antonio Anastasia (PSDB) já confirmou presença. O prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) também é aguardado, assim como o antecessor dele, o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Fernando Pimentel (PT). É a primeira vez que a presidenta visita oficialmente sua cidade natal, após ter sido eleita.

O ministro da Saúde Alexandre Padilha entrou em contato por telefone com deputados federais mineiros para reforçar a importância do evento. Parlamentares do PSDB e do DEM que irão ao evento, no Palácio das Artes, centro da capital mineira, alegam que o empenho pessoal de Padilha pesou na decisão de comparecer ao local.

“Investiremos em toda a rede de serviços que devem assumir o cuidado à gestante e à criança, desde o pré-natal até os dois anos: começa pela unidade básica de saúde, passa pelos exames do pré-natal, pelo transporte seguro, até o parto nos leitos maternos do SUS”, afirmou Padilha. Os investimentos até 2014 são de R$ 9,4 bilhões e virão do orçamento do Ministério da Saúde. Hoje, das cerca de 3 milhões de grávidas no País, 2 milhões são atendidas pelo SUS.

Esta é a segunda visita de Dilma em Minas Gerais em 10 dias. No último dia 17 ela esteve na cidade de Uberaba , a 472 quilômetros de Belo Horizonte, para anunciar investimentos. Na ocasião, Dilma e governador tucano de Minas trocaram afagos, demonstrando boa convivência apesar de estarem em partidos rivais.

Rede Cegonha

As ações do Rede Cegonha preveem teste rápido de gravidez em postos de saúde e um mínimo de seis consultas durante o pré-natal caso de confirmação da gravidez. Exames clínicos e laboratoriais, inclusive para detectar HIV e sífilis também integram ações do programa. As grávidas ainda poderão saber com antecedência o local do parto e receberão auxílio transporte.

Polêmica eleitoral

A Rede Cegonha foi alvo de polêmica eleitoral na campanha presidencial do ano passado. O candidato derrotado José Serra (PSDB) acusou Dilma de copiar o programa Mãe Paulistana, criado pelo tucano quando esteve à frente do governo de São Paulo. Também durante a campanha eleitoral o aborto foi um dos temas polêmicos que ganhou repercussão.

Romero Britto

O artista plástico Romero Britto criou 10 quadros com a logomarca do programa Rede Cegonha, que serão apresentados hoje em uma mostra no Palácio das Artes. A presidenta visita o local antes de lançar o programa voltado às gestantes.

As obras contam uma história que vai da concepção ao crescimento do bebê: o amor, o encontro do pai e da mãe, a responsabilidade do ato sexual, a felicidade da gravidez, a parteira, o cuidado na hora do parto, a família junta apoiando o crescimento da criança, o bebê como centro do universo e a criança no meio da bandeira do Brasil representando o cidadão do futuro.

No dia 14 de fevereiro, Britto, reconhecido internacionalmente, entregou à presidenta um retrato dela . Colorido, característica de suas obras, o retrato de Dilma é semelhante ao que o artista fez para a cantora pop Madonna.

    Leia tudo sobre: dilma rousseffrede cegonhasaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG