Dilma faz sua primeira visita a Minas como presidenta

Ela vai visitar Uberaba, onde é esperada para a assinatura de convênios entre os governos federal e estadual

Denise Motta, iG Minas Gerais |

A presidenta Dilma Rousseff (PT) visita o Estado onde nasceu pela primeira vez depois de eleita. Mineira de Belo Horizonte, ela é aguardada nesta quinta-feira (17) em Uberaba, a 472 quilômetros da capital. A cidade no Triângulo mineiro é administrada por Anderson Adauto (PMDB), ministro dos Transportes no primeiro mandato do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva . O governador Antonio Anastasia (PSDB) também é esperado para a solenidade de assinaturas de convênios, às 10h, no Centro de Eventos da Associação Brasileira dos criadores de Zebu (ABCZ).

Dilma Rousseff obteve 50,96% votos em Uberaba no primeiro turno, contra 31,25% a favor de seu adversário, José Serra (PSDB). Já no segundo turno, a petista derrotou o tucano com 60% contra 40%. Uberaba é o sétimo maior colégio eleitoral de Minas, contabilizando, no ano passado, pouco mais de 209 mil eleitores.

Além da parceria para construção de um gasoduto entre São Carlos, em São Paulo, e Uberaba, está prevista a implantação de uma fábrica de amônia. Esta última integra o Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) 2. Os empreendimentos envolvem a Petrobras (estatal federal); o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), todos ligados ao governo do Estado, e a prefeitura de Uberaba.

“Todos os aspectos em torno dos empreendimentos estão solucionados e a Petrobras já deu início aos procedimentos para a instalação da fábrica de amônia. Isto significa que o empreendimento está 100% garantido”, disse o prefeito Anderson Adauto, justificando a presença da presidenta.

Dilma deve voltar a Minas Gerais no próximo mês, já que foi convidada e sinalizou positivamente para ser oradora das celebrações da Inconfidência Mineira, em 21 de abril, na histórica cidade de Ouro Preto.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffUberabaMinas GeraisPetrobras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG