Criança diz ser abusada sexualmente desde os 9 anos

Ela disse ainda que chegou a dormir com 45 homens em um só dia, o que já foi desmentido pela PM. Conselho Tutelar diz que menina fazia sexo por "roupas e dinheiro"

AE |

selo

A Polícia Civil de Minas Gerais vai investigar denúncia de que uma menina de 12 anos que diz ser abusada sexualmente há três anos em Poços de Caldas. A denúncia dos abusos foi feita por uma médica após a criança dar entrada na Santa Casa da cidade com lesões na vagina causadas por uma Doença Sexualmente Transmissível (DST).

Leia mais notícias de Minas Gerais

Em depoimento à PM, a menina chegou a dizer que havia mantido relações com 45 homens em um só dia no início do mês. Porém, a própria polícia constatou que a criança mentia depois de ouvir várias testemunhas, segundo o Conselho Tutelar do município, que já conhecia o caso. No entanto, constatou que desde os 9 anos ela fazia sexo com adultos em troca de "roupas e dinheiro".

A menina também confirmou os nomes de três homens, dois de 19 e um de 31 anos, com os quais mantinha relações. Ainda de acordo com a polícia, ela chegou a passar noites na casa de um deles, com o conhecimento dos pais da criança. A Polícia Civil ressaltou que, mesmo com o consentimento da menina, os três devem ser indiciados por estupro devido à idade dela. 

O Conselho Tutelar alega que já tentou encaminhar a menina para uma instituição, mas o pedido teria sido negado pela Justiça. Depois de receber atendimento na Santa Casa, a criança recebeu alta e voltou para casa. O conselho afirma que vai acompanhar o caso.

    Leia tudo sobre: abuso sexualprostituiçãopoços de caldas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG