Bombeiros retomam busca por bebê jogado em rio de MG

Com barco, bombeiros procuram bebê em rio de Ibiá. Menina de 4 anos também foi jogada, mas moradores conseguiram salvá-la

AE |

selo

Os bombeiros retomaram na manhã desta quinta-feira as buscas por um bebê que teria sido jogado no rio pela mãe em Ibiá, Minas Gerais, na segunda-feira. A busca é feita por uma equipe com cinco pessoas, com um barco.

Segundo a Polícia Militar, pessoas que moram próximas ao rio afirmaram que viram S. P.S, de 21 anos, caminhando pelas margens do rio com suas duas filhas - uma menina de 4 anos, que foi salva, e um bebê de quatro meses, que continua desaparecido.

Os moradores ouviram gritos de socorro e fizeram um cordão humano para chegar até a mulher, já no meio do rio. Uma das testemunhas contou à PM que a mulher já não estava com o bebê.

Silvana concordou em entregar a menina mais velha para os moradores, que também conseguiram retirar a própria mulher da água. De acordo com a PM, Silvana estava "transtornada". Ela foi levada para um hospital e depois encaminhada para a delegacia de Ibiá. 

A mãe das crianças confessou o crime. Ela alegou que era "muito pressionada" e que pretendia matar as crianças e se suicidar. A suspeita foi autuada em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.

    Leia tudo sobre: riominascriançamãehomicídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG