Pai reavê bebê entregue por mãe a casal de adolescentes do RJ

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mãe disse que menino havia sido sequestrada no centro de Belo Horizonte, mas confessou que o entregou a um casal

O vigilante Jhoney Lima Santos Nulhia comemora nesta terça-feira (26) o retorno para casa de seu filho, o pequeno Arthur Pietro, de apenas dois meses, que havia sido supostamente sequestrado e foi localizado no Rio de Janeiro. A mãe da criança está presa.

Conheça a nova home do Último Segundo

Alex de Jesus/O Tempo/Futura Press
Johney Nulhia, 24 anos, com o filho Arthur Pietro de 2 meses, em Belo Horizonte


Renata Soares da Costa, de 19 anos, havia informado à polícia que o bebê tinha sido sequestrado por um casal de chineses e um homem que falava português quando circulava pelo centro de Belo Horizonte. Pela versão de Renata, o grupo teria colocado uma arma nas costas dela e mandado que ela entregasse o menino sem olhar para trás.

No entanto, de acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, a jovem confessou ter entregado o filho a um casal de adolescentes depois de uma série de negociações por e-mail. 

O delegado Eduardo Soares, da Delegacia Antissequestro (DAS), informou que o recém-nascido foi encontrado graças à ligação de um vizinho para o Disque-Denúncia. A adolescente de 17 anos que foi encontrada com a criança contou à polícia que Renata tinha doado a criança para ela. Elas teriam feito contato por meio de um site de adoção e trocado e-mails durante um mês. No último e-mail, Renata avisou para a adolescente ter cuidado e não sair de casa porque o bebê estava sendo procurado.

A jovem de 17 anos resolveu adotar uma criança depois de ter tido um aborto espontâneo aos oito meses de gravidez. No fim de semana, ela e o namorado foram até Belo Horizonte de táxi pegar o bebê. 

O pai embarcou na noite de segunda-feira em um avião governo mineiro e chegou ao aeroporto da Pampulha à 0h desta terça. Ele disse que estava surpreso com a atitude de Renata, pois ela não demonstrava ter depressão pós-parto e que o casal estava bem.

A mãe da criança foi autuada em flagrante após a confissão e está presa no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Centro-Sul, em Belo Horizonte. A jovem responderá por crime de subtração de incapaz. 

O casal de adolescentes está apreendido no Rio de Janeiro. Eles serão indiciados por fato análogo a subtração de incapaz para colocar em lar substituto. As delegacias da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) e de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio analisam o caso para apurar a origem do site onde a negociação foi feita.

Leia tudo sobre: minas geraisbrasilbebêpai

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas