Justiça adia decisão sobre habeas corpus para goleiro Bruno

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Desembargador alegou não ter o voto concluído e deixou decisão para o dia 6 de março, durante o júri popular do jogador. Ao todo, 69 pedidos de liberdade já foram negados

Eugenio Moraes/Hoje em Dia/Futura Press
Ex-goleiro Bruno Fernandes volta ao banco dos réus na próxima segunda-feira, dia 4, em Contagem

O Tribunal de Justiça (TJ) de Minas Gerais adiou nesta quarta-feira o julgamento do habeas corpus e pedido de prisão domiciliar formulados pela defesa do goleiro Bruno Fernandes, acusado de planejar a morte de Eliza Samudio. Desde o início do processo, há pouco mais de dois anos, 69 habeas corpus foram negados somente em primeira e segunda instâncias. As informações são do TJ.

Mais: Defesa do goleiro Bruno admite não ter estratégia pronta semana antes do júri

O adiamento foi pedido pelo desembargador relator da 4ª Câmara Criminal, Doorgal Andrada, que alegou não ter o voto concluído. Os desembargadores Correa Camargo e Eduardo Brum concordaram com o adiamento. Como as sessões da Câmara ocorrem às quartas-feiras, a decisão pode ser tomada no próximo dia 6 de março, durante o júri popular de Bruno e de sua ex-mulher Dayanne Rodrigues.

Mais: Principal testemunha diz que Macarrão planejou morte de Eliza e Bruninho
Veja a cobertura do iG sobre a 1ª fase do julgamento do Caso Bruno

Um dos advogados do goleiro, Lúcio Adolfo da Silva, fez sustentação oral e ressaltou que pedia apenas a liberação do réu para trabalhar, já que havia oferta de emprego por parte do time de futebol Boa Esporte Clube, da cidade de Varginha, em Minas Gerais.

Futuros julgamentos

O julgamento de Elenílson Vitor da Silva e Wemerson Marques de Souza, que respondem por sequestro e cárcere privado de Bruninho, será realizado no dia 15 de maio, segundo o TJ de Minas. A decisão foi assinada pela juíza Marixa. No último dia 8, a magistrada decidiu desmembrar o julgamento de Bola. O ex-policial vai a júri popular no dia 22 de abril.

Leia tudo sobre: goleiro brunoeliza samudohabeas corpus

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas