Garoto espancado por gêmeos será enterrado amanhã

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Meninos de nove anos teria participado de brincadeira com amigos de 12 e levado várias pancadas na cabeça. Ferimentos levaram a convulsões e menino não resistiu

Agência Estado

O corpo de um garoto de 8 anos que foi espancado até a morte durante uma suposta "brincadeira" com gêmeos de 12 anos será enterrado na manhã deste domingo (24) em Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte. Kaique Lucas Antero morreu no fim da noite de ontem, após passar seis dias internado em coma no Hospital São Camilo, na capital.

Ele havia sido transferido da Santa Casa de Caeté, para onde foi levado no último dia 15 após sofrer convulsões em casa. Segundo a Polícia Militar, quando começaram os sintomas, a criança assumiu para a mãe que havia levado várias pancadas na cabeça ao brincar com os amigos. Inicialmente, ele teria negado as agressões.

Após o primeiro atendimento, o garoto foi liberado, mas sofreu novas convulsões e voltou para o hospital já sem o movimento das pernas. O quadro se agravou e ele teve que ser transferido para Belo Horizonte, onde passou por cirurgia para tentar reduzir a pressão intracraniana, mas a criança não resistiu.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe dos gêmeos e outro jovem que presenciou as agressões disseram que Kaique brincava de luta com os suspeitos e que a ideia da "brincadeira" teria sido da própria vítima. Os gêmeos podem responder por ato infracional análogo a homicídio e a polícia ainda avalia a possibilidade de indiciar a mãe dos adolescentes por negligência.

Leia tudo sobre: tragédiamenores de idadebelo horizonteespancamentogêmeos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas