Muro cai e mata homem após chuva em Brumadinho (MG)

É a quarta morte no Estado relacionada a temporais. Desde meados de outubro, três municípios estão em situação de emergência

Agência Estado | - Atualizada às

Agência Estado

Apesar de o período chuvoso em Minas Gerais ainda estar no início, o Estado já registrou quatro mortes por causa de temporais. A mais recente ocorreu em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, na noite de sexta-feira (2/11), quando um homem de 40 anos morreu atingido pelo desabamento de um muro de arrimo.

Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), Célio Farias de Almeida havia saído de casa durante o temporal para tentar desviar a água que se acumulava junto ao muro escavando um buraco ao lado da estrutura. Ainda de acordo com a Cedec, o muro de aproximadamente três metros não resistiu à força da água e desabou, soterrando Almeida.

Leia:  Após longo período de seca, temporal causa morte em Minas Gerais

Além dele, também já foram registradas as mortes de Yan Lucas Correa Santos, de 17, atingido por uma estrutura metálica durante um vendaval em Passos, no sul de Minas, no fim de setembro; de Flávio Muniz de Abreu, de 23, atingido por um raio em 12 de outubro em São Tomé das Letras, também no sul do Estado; e de Plínio César Costa de Oliveira, de 16, também vítima de uma descarga elétrica em Itaguara, na região metropolitana da capital. 

Desde meados de outubro, três municípios mineiros - Itanhomim, Bambuí e Senador Frimino - já decretarem situação de emergência por causa de estragos causados por temporais. No mesmo período, outros seis comunicaram danos causados pela chuva.

    Leia tudo sobre: chuvaminas gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG