Após longo período de seca, temporal causa morte em Minas Gerais

Chuva em cidade na Zona da Mata mineira também provocou destruição de telhados de residências e rompeu parte de autora

Agência Estado |

Agência Estado

Mesmo com 124 de seus 853 municípios em situação de emergência por causa da estiagem, Minas Gerais registrou uma morte por causa de problemas causados pela chuva. Uma cidade também está em situação de emergência por causa das chuvas. Senador Firmino, na Zona da Mata mineira, foi atingida por um temporal na noite de quinta-feira (18) que causou uma série de estragos.

Leia também: Temporal deixa parte de Porto Alegre sem luz e causa alagamentos

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Ceced), a chuva, acompanhada de raios e granizo, causou a destruição dos telhados de várias residências e rompeu parte de uma adutora. A prefeitura informou também que várias ruas foram tomadas pela lama. Apesar dos estragos, não houve feridos e a prefeitura decretou estado de emergência para poder receber material para reconstrução dos danos.

Ainda segundo a Cedec, o atual período chuvoso, que acaba de se iniciar em Minas, também já tem o registro da morte de Flávio Muniz de Abreu, de 23 anos, do Rio de Janeiro. Ele participava de uma festa em São Tomé das Letras, no sul do Estado, quando foi atingido por um raio durante uma chuva ocorrida no último dia 12. O rapaz chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Entre 2011 e 2012, 239 municípios decretaram situação de emergência no Estado por causa de temporais, que causaram a morte de 20 pessoas.

    Leia tudo sobre: chuvaMinas Gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG