Dois motociclistas chegaram atirando e feriram outras quatro pessoas em restaurante durante show de pagode. Feridos foram encaminhados ao hospital; um dos suspeitos morreu

Um tiroteio deixou quatro pessoas mortas na noite de domingo (26) em Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais. Uma briga entre gangues teria dado início ao tiroteio, durante uma apresentação de pagode, em frente a um restaurante. Outras quatro pessoas foram feridas no confronto.

Mais cedo, por volta das 7h30, a Polícia Militar havia divulgado a morte de seis pessoas e que outras 14 ficaram feridas. A informação foi atualizada pelo tenente-coronel José Roberto de Queiroz, do 16º BPM, batalhão responsável pela ocorrência.

Leia mais notícias de Minas Gerais

Agente militar mostra submetralhadora 9 milímetros utilizada no ataque ao restaurante
AE
Agente militar mostra submetralhadora 9 milímetros utilizada no ataque ao restaurante




Confronto

O estabelecimento fica localizado na avenida Itaité, no bairro de São Geraldo. Os militares disseram que, segundo testemunhas, dois homens de moto chegaram ao local já atirando. Um suspeito foi atingido na troca de tiros e o outro conseguiu fugir. O criminoso ferido, de 22 anos, morreu no hopital. Ele tinha um mandado de prisão contra ele.

Segundo a polícia, o ataque teria sido motivado pela disputa de um ponto de tráfico de drogas entre integrantes de gangues rivais. A polícia apreendeu a arma dos bandidos, uma submetralhadora 9mm, de uso das Forças Armadas. 

A PM acredita ainda que muitas vítimas não têm relações com os grupos criminosos.Todos os feridos foram encaminhados ao pronto-socorro João XXIII. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Polícia Civil investigará o caso e, até o momento, ninguém foi preso.  

*com AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.