Caixa preta da aeronave está com uma equipe Seripa, ligado ao Cenipa, que vai verificar o que ocorreu nos últimos momentos do voo. Oito pessoas morreram no acidente

Agência Estado

A Polícia Civil mineira instaurou inquérito nesta segunda-feira para investigar as causas do acidente com o bimotor King Air que resultou na morte de oito pessoas no sábado (28). Ainda nesta segunda-feira, técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa) terminaram de recolher destroços que também vão ser usados para tentar apurar o que causou a queda da aeronave.

O acidente:  Queda de bimotor deixa oito mortos em Minas Gerais

Destroços do bimotor que caiu em Juiz de Fora, Minas Gerais
AE
Destroços do bimotor que caiu em Juiz de Fora, Minas Gerais

O avião, de prefixo PR-DOC, havia saído do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e caiu em uma pousada em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, quando se preparava para aterrissar no Aeroporto Francisco Álvares Assis, conhecido como aeroporto da Serrinha.

A aeronave explodiu após a queda e ninguém a bordo sobreviveu. Entre os mortos estava o empresário Domingos Costa, de 58 anos, proprietário da empresa Vilma Alimentos, e seu filho Gabriel Barreira, de 14, além de quatro executivos da companhia e o piloto e co-piloto.

O inquérito da Polícia Civil ficará a cargo do delegado Roney Cabral, de Juiz de Fora. A caixa preta da aeronave já está com uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), ligado ao Cenipa, que vai verificar o que ocorreu nos últimos momentos do voo. Ao se aproximar do aeroporto, o piloto Jair Barbosa, de 62, foi avisado de que não havia condições de pouso devido a neblina.

De acordo com a polícia, uma perícia foi realizada no local do acidente pouco após a queda e ainda nesta semana devem ter início os depoimentos dos funcionários da pousada Aconchego de Minas, onde estavam 58 hóspedes no momento do acidente. O delegado também quer ouvir funcionários do aeroporto. Tanto o piloto quanto a aeronave estavam em situação regular. Segundo a polícia, as investigações realizadas pela Aeronáutica também vão ser anexadas ao inquérito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.