Nove empresários são presos no Sul de Minas, acusados de comandar quadrilha

De acordo com a Polícia Civil mineira, o grupo usava dinheiro obtido com o crime para financiar esquema de agiotagem em cinco municípios do Estado

Agência Estado |

Agência Estado

Nove empresários acusados de comandar uma quadrilha de roubo de cargas foram presos nesta quinta-feira (26) durante uma operação realizada pela Polícia Civil mineira no sul do Estado. Segundo a polícia, o grupo usava o dinheiro obtido com o crime para financiar um esquema de agiotagem nos municípios de Pouso Alegre, Borba da Mata, Ibitiúra e Andradas e São Sebastião do Paraíso.

Saiba tudo: Leia mais notícias sobre Minas Gerais

A operação foi desencadeada para cumprir 11 mandados de prisão expedidos pela comarca de Borba da Mata. Até a tarde desta quinta, segundo a polícia, dois suspeitos permaneciam foragidos. De acordo com um dos agentes envolvidos na operação, parte dos acusados já tinha passagem também por envolvimento com roubos de cargas. Com os suspeitos, os policiais apreenderam grande quantidade de cheques de altos valores e notas promissórias, além de veículos e armas.

Segundo o delegado Artur Ribeiro Silva, os suspeitos atuavam "não só em Borba da Mata, mas também em toda região sul de Minas e no Estado de São Paulo com envolvimento em roubo de cargas, de veículos e de defensivos agrícolas". Sem revelar os nomes dos suspeitos, o delegado contou que são todos pessoas "estabelecidas e conhecidas" na região. O grupo foi autuado em flagrante em Andradas e encaminhado para ser apresentado à Justiça em Borba da Mata.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG