Polícia prende "primeira-dama do tráfico" de Contagem, na Grande BH

Mulher de 23 anos foi presa durante um show em Belo Horizonte. Ela é acusada de dois assassinatos

Denise Motta - iG Minas Gerais |

A Polícia Civil de Minas Gerais apresentou nesta sexta-feira (15) uma mulher de 23 anos envolvida com o tráfico de drogas. Segundo a polícia, Lidiane Silva Campos gostava de ser chamada de "primeira-dama do tráfico" e chefiava venda de drogas no Bairro Glória, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

Suspeita de cometer dois assassinatos, a jovem foi presa em um show de música no último dia 13, na Praça da Estação, centro de Belo Horizonte. A polícia chegou até ela por meio de uma denúncia anônima. Ao ser abordada, ela mentiu seu nome, mas foi identificada graças a uma tatuagem que possui com o nome do irmão assassinado.

Outro ponto da investigação envolvendo a jovem com o tráfico de drogas foram indícios deixados por ela na internet. Em rede social, Lidiane mantinha perfil para ameaçar rivais. Ao ser apresentada pela polícia, ela tentou esconder o rosto e não quis dar declarações sobre seu envolvimento com o tráfico.

Conforme investigações sob o comando do delegado Luciano Guimarães, da Divisão de Homicídios de Contagem, a jovem assumiu o controle do tráfico após a morte de um irmão, no ano passado. Entre os assassinatos que teriam sido cometidos por ela está um envolvendo uma adolescente de 14 anos.

    Leia tudo sobre: tráfico de drogasminas geraisassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG