Homem é suspeito de abusar sexualmente da própria filha em Minas Gerais

Vanildo Pereira, 47, também é suspeito de abusar da enteada, 11, e da sobrinha, 14; a filha tem quatro anos

Denise Motta, iG Minas Gerais |

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga o abuso sexual de uma criança de quatro anos pelo próprio pai. A mãe da menina desconfiou da situação e denunciou o marido à polícia. Vanildo Gonçalves Pereira, 47 anos, também é suspeito de abusar da enteada, que tem 11 anos, e da sobrinha, de 14.

Investigações indicam que Vanildo abusaria da sobrinha há oito anos, desde quando ela possuía seis anos. A enteada seria abusada desde os três anos e a filha há menos de um ano. A delegada responsável pelo caso, Larissa Mayerhofer, informou que um irmão de Vanildo também já foi preso, acusado de abusar da própria filha, em 2008.

Polícia indicia advogado e mulher por abuso sexual dos filhos

Vanildo foi apresentado nesta quinta-feira pela polícia mineira à imprensa. O inquérito para apurar os abusos foi instaurado mês passado. Durante as investigações, foi pedida a prisão preventiva dele, que praticaria os crimes em sua própria casa, na cidade de Santa Luzia, Grande Belo Horizonte.
Segundo a polícia, ele assumiu o crime contra a enteada e negou contra a filha e a sobrinha.

Demonstrando arrependimento, ele considerou o abuso como um deslize. As investigações indicam que ele acariciava as crianças enquanto se masturbava diante delas.

Criança acusa adolescente de estupro

Também em Minas Gerais, um adolescente de 14 anos é acusado de estuprar uma criança de dois anos, na região oeste da capital. Filho da proprietária de uma creche, o adolescente negou o crime, mas foi apontado pela criança como responsável por estuprá-la, na frente de policiais e da própria mãe.

Preso por abusar e encarcerar filha é decapitado no Maranhão

A mãe desconfiou do crime depois que a criança reclamou de dores na região genital e quando percebeu sangue no local. O garoto foi encaminhado a um centro especializado em menores infratores, juntamente com seus responsáveis e o caso será investigado pela polícia.

    Leia tudo sobre: violência contra a mulherabusopai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG