MG indenizará familiares de presos mortos em incêndio

O governo de Minas vai indenizar famílias e dependentes das vítimas fatais dos incêndios ocorridos nas cadeias públicas de Ponte Nova e Rio Piracicaba, onde 33 presos morreram em agosto de 2007 e janeiro de 2008. Serão indenizadas por danos morais, no valor de R$ 20 mil, 25 famílias de Ponte Nova e oito de Rio Piracicaba.

Agência Estado |

Familiares receberão também pensão indenizatória por danos materiais no valor de um salário mínimo. O decreto que determina o pagamento das indenizações foi publicado hoje no Diário Oficial do Estado.

A maior tragédia ocorreu na madrugada do dia 23 de agosto de 2007, quando 25 presos morreram carbonizados na cadeia pública de Ponte Nova. As vítimas foram atacadas durante um motim envolvendo grupos rivais. Inquérito da Polícia Civil indiciou 23 pessoas, entre elas um carcereiro que estava de plantão na noite do motim, acusado de facilitar a entrada de um revólver e facas na cadeia. A conclusão é que o conflito foi motivado pela rivalidade entre três facções de presos. No dia 1º de janeiro do ano passado outros oito presos morreram queimados em uma cela da cadeia de Rio Piracicaba, na região do Vale do Aço.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG