México: senado homenageia poeta Octavio Paz com letras de ouro

CIDADE DO MÉXICO, 31 JUL (ANSA) - O Senado do México homenageou esta semana o poeta Octavio Paz, Prêmio Nobel de Literatura 1990, batizando uma de suas salas de trabalho com o nome do intelectual escrito em ouro.

Agência Ansa |

Participaram do ato de inauguração da placa senadores de todos os partidos políticos e a viúva do escritor, Marie José Paz, que comentou sobre a homenagem: "São como marcas do tempo, como lembranças para a memória".

Em março, o Senado concordou em oferecer a homenagem ao escritor, depois de a Câmara dos Deputados não alcançar consenso para escrever o nome Octavio Paz no principal muro deste recinto legislativo.

O ato de inauguração realizado ontem no Senado estava programado desde abril passado, quando se completou uma década de falecimento do intelectual mexicano, mas foi adiado em diversas ocasiões pela tomada das tribunas por parte de parlamentares de esquerda que protestavam contra o projeto governista de reforma da legislação sobre o petróleo. 

Nascido na capital mexicana em 31 de março de 1914, Paz começou a escrever desde jovem. Além de poeta, o autor de "Labirinto da Solidão" foi ensaísta, diplomata e tradutor, responsável por versões em espanhol de poemas do português Fernando Pessoa. 

Octavio Paz faleceu em 19 de abril de 1998, uma década depois de ganhar o Prêmio Nobel, na Cidade do México. (ANSA)

    Leia tudo sobre: poesia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG