México e Chile pressionam por vacina contra gripe suína

Os líderes do México e do Chile classificaram como urgente a necessidade de os países em desenvolvimento de encontrar uma vacina contra a gripe suína. A doença já matou mais de 200 pessoas e infectou outras dezenas de milhares em todo o mundo.

Agência Estado |

"É urgente que todos os países em desenvolvimento tenham acesso a uma vacina eficaz, quando esta estiver disponível, além de assegurar a disponibilidade de tratamento adequado para combater esta doença", disse o presidente do México, Felipe Calderón, que se encontrou ontem com a presidente chilena, Michelle Bachelet. Ela foi a primeira líder estrangeira a visitar o México desde que a epidemia surgiu pela primeira vez, há dois meses.

Bachelet disse que o Chile vai usar a experiência do México - que esteve no centro da pandemia global - a fim de montar uma estratégia para enfrentar "o crescente número de casos" no país, que já confirmou sete mortes e 5186 infecções.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG