Tierra y Pan ganha como melhor curta no Festival de Veneza - Brasil - iG" /

Mexicano Tierra y Pan ganha como melhor curta no Festival de Veneza

VENEZA ¿ O mexicano Tierra e Pan, de Carlos Armella, ganhou hoje o Leão de Ouro de melhor curta-metragem no Festival Internacional de Cinema de Veneza, prêmio que foi entregue, em entrevista coletiva, pelo presidente do júri, o diretor e roteirista americano Amos Poe.

EFE |

O júri reconheceu os méritos do filme que, "antes de tudo, é curto, e que, em muito poucos minutos (8), no mesmo espaço e em quase a mesma tomada, conta uma história dramática de solidão".

O prêmio foi recebido pelo diretor mexicano Eugenio Polgovsky, que apresentou outro filme no festival e falou em nome de Armella.

"Ele se sente extremamente feliz, quer dedicar este prêmio a todas as pessoas que trabalharam no filme e no festival", disse.

Em entrevista por telefone à Agência Efe a partir do México, Armella se disse "surpreso e muito feliz". "Não era possível pedir nada melhor", afirmou.

O melhor curta europeu foi para "De onbaatzuchtigen", do belga Koen Dejaegher, do que o júri destacou seu retrato de como "a implicação econômica afeta às relações humanas na sociedade européia".

Leia mais sobre: Festival de Veneza

    Leia tudo sobre: festival de veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG