Mexicano José Emilio Pacheco leva prêmio Cervantes

MADRI ¿ O escritor mexicano José Emilio Pacheco ganhou hoje o Prêmio Cervantes, o mais importante das literatura em língua espanhola, por ser, na opinião do júri, um poeta excepcional da vida cotidiana, com profundidade e liberdade em seus pensamentos, e por sua capacidade de criar um mundo próprio.

EFE |

"José Emilio Pacheco pode ser definido como o idioma inteiro", afirmou o presidente do júri, José Antonio Pascual, instantes depois de a ministra da Cultura espanhola, Ángeles González-Sinde, ter divulgado em entrevista coletiva o nome do premiado, que receberá 125 mil euros.

O júri também destacou "o distanciamento irônico da realidade" e o conhecimento linguístico da obra do agraciado.

Pacheco soube da notícia do prêmio em Guadalajara (México), onde recebe uma homenagem na Feira Internacional do Livro. "Está muito contente e emocionado", assegurou a ministra, após ter entrado em contato com o ganhador.

Em conversa por telefone com a Agência Efe a partir de Guadalajara, Pacheco quis deixar "muito claro" que este prêmio é para "toda a literatura mexicana".

Para o vencedor, este prêmio "é de uma responsabilidade arrasadora", e disse esperar poder ter tempo para elaborar "um bom discurso, que esteja a sua altura".

"Este prêmio não é para mim; é para os livros. Eu sou um instrumento para escrevê-los", disse o mexicano. EFE.

    Leia tudo sobre: espanhaliteraturaprêmio cervantes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG