Mexicano José Emilio Pacheco ganha Prêmio Cervantes

O escritor mexicano José Emilio Pacheco é o vencedor do Prêmio Cervantes, o mais importante reconhecimento literário no mundo da língua espanhola. Pacheco, de 70 anos, é romancista, jornalista e crítico literário.

Agência Estado |

Criado na Espanha em 1975, o prêmio dá ao vencedor 125 mil euros em dinheiro (US$ 160 mil). A distinção homenageia a obra integral de um escritor.

"Definimos ele como o idioma inteiro", elogiou José Antonio Pascual Rodríguez, membro do júri da premiação e representante da Real Academia Espanhola. "É um poeta excepcional da vida cotidiana, com uma profundidade e uma liberdade em seus pensamentos, uma capacidade de criar um mundo próprio, um distanciamento irônico da realidade", notou Pascual Rodríguez.

Geralmente, alternam-se escritores espanhóis e latino-americanos na premiação anual. No ano passado, o romancista espanhol Juan Marsé foi laureado. Já levaram o prêmio o argentino Jorge Luis Borges, o peruano Mario Vargas Llosa e o mexicano Carlos Fuentes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG