Metroviários de São Paulo suspendem greve programada para a segunda-feira

SÃO PAULO - Os metroviários suspenderam a ameaça de paralisação na próxima segunda-feira, segundo o sindicato da categoria. A paralisação tinha como motivo o não pagamento da Participação dos Resultados (PR) para os funcionários.

Agência Estado |

De acordo com o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a Companhia do Metropolitano enviou correspondência na manhã desta sexta-feira, para toda a categoria, confirmando o pagamento da Participação nos Resultados (PR) a partir do dia 28 de fevereiro, conforme acordo assinado em 7 de agosto de 2008.

Com essa medida, estão suspensas a assembleia marcada para esta sexta-feira e a greve prevista para segunda-feira, de acordo com o sindicato.

A categoria metroviária, segundo nota do sindicato, deveria receber a sua PR até o dia 28 de fevereiro, conforme a cláusula 3ª do Acordo Coletivo dos metroviários, assinado no dia 7 de agosto de 2008.

Às vésperas da data marcada, a gerência de Recursos Humanos do Metrô informou ao Sindicato que o acordo não seria cumprido, pois a Secretaria da Fazenda estadual não havia autorizado a liberação de verba.

Leia mais sobre: Metrô

    Leia tudo sobre: grevemetrô

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG