Metrô de SP terá bicicletários em mais 4 estações

A partir de terça-feira, mais quatro estações do Metrô de São Paulo passarão a oferecer aluguel de bicicletas. Atualmente, o serviço está disponível apenas nas estações Corinthians-Itaquera, Guilhermina-Esperança, Carrão e Sé, todas na Linha 3-Vermelha.

Agência Estado |

A novidade agora é a chegada dos quiosques azuis às estações Paraíso e Vila Mariana, na Linha 1-Azul, além do Anhangabaú e Marechal Deodoro, na Linha 3. A expectativa dos idealizadores do projeto é de que, próximo ao eixo da Avenida Paulista, ele se popularize e ganhe mais adeptos.

Os primeiros quatro bicicletários foram inaugurados em 27 de setembro, no mesmo dia em que a Prefeitura entregou um trecho de 6 quilômetros da ciclovia às margens da Avenida Radial Leste. Inspirado no serviço municipal de bicicletas de Paris, o projeto paulistano foi elaborado pelo Metrô em parceria com a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. A idéia é que, nos próximos anos, todas as estações da rede metroviária oferecem aluguel de bicicletas e/ou pára-ciclos (espaços para acorrentar bicicletas).

Com as inaugurações, haverá 350 vagas de "estacionamento" e 80 bicicletas para empréstimo - 10 por estação. O aluguel não está vinculado à utilização do Metrô. Mas, para sair pedalando, é preciso preencher um cadastro, apresentar o RG e o CPF e, pelo menos por enquanto, possuir um cartão de crédito. Os quiosques não aceitam cheque, dinheiro e nem cartão de débito. A primeira hora é gratuita e, daí em diante, o custo é de R$ 2 por hora. Os bicicletários funcionam de domingo a domingo, inclusive nos feriados, das 6 às 22 horas. Como o sistema é interligado, é possível alugar a bicicleta numa estação e devolver em outra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG