O metalúrgico Fabiano Dias Rodrigues, de 24 anos, espancado por uma gangue na saída de uma boate, no dia 1º, em Sorocaba, no interior de São Paulo, recebeu alta hoje e foi levado para casa, depois de ter saído do coma. De acordo com o último boletim divulgado pelo Hospital Regional da cidade, Rodrigues consegue articular frases, alimenta-se por via oral e caminha com o auxílio de outras pessoas.

A recuperação dele continuará com acompanhamento médico. A polícia ainda não tem previsão de quando Rodrigues prestará depoimento. O principal agressor do metalúrgico, o menor E.V.E.O., de 17 anos, que está sob custódia, é acusado de ter agredido um funcionário da Fundação Casa e danificado as instalações do prédio da unidade no município, ontem. E.V.E.O. teria se rebelado contra as regras de disciplina do estabelecimento. O funcionário, que levou um soco no peito e uma cabeçada no rosto, passou por exame de corpo de delito. O menor aparece nas cenas gravadas do espancamento pulando sobre a cabeça de Rodrigues.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.