Metade da Câmara de São Paulo já pensa na eleição de 2010

SÃO PAULO - Alvo de ataques e processos entre partidos e políticos, a antecipação da campanha eleitoral não é um fenômeno restrito à sucessão presidencial. Apenas seis meses após o início do mandato na Câmara Municipal de São Paulo, já tem parlamentar na rua costurando apoio para uma candidatura em 2010. Segundo levantamento do Jornal da Tarde com lideranças na Casa, metade dos 55 vereadores pode encarar novamente as urnas no ano que vem e abandonar o mandato no meio.

Agência Estado |

São 28 vereadores que foram citados pelos colegas como provável candidato a deputado estadual ou federal e até mesmo a senador. Destes, 17 são tidos como nomes certos para a próxima eleição.

Há desde os que estão empolgados com a votação obtida em 2008 ou que veem conjuntura favorável dentro do partido até os que só vão só chamar voto para a legenda. Todos, porém, com o pensamento de que não há nada a perder, pois não precisam se afastar da Câmara para concorrer.

Pré-candidato assumido, o presidente da Câmara, Antonio Carlos Rodrigues (PR), acredita numa debandada sem precedentes em 2010. Há um incentivo muito forte do prefeito (Gilberto Kassab) para que muitos vereadores saiam (candidatos). Devemos ter uma Câmara bem diferente em 2011, afirma Rodrigues. Estou aguardando o quadro partidário para ver se saio a estadual ou federal.

(*Com informações do "Jornal da Tarde")

Leia mais sobre: Eleições de 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG