Mesmo no Dia Mundial Sem Carro, trânsito não melhora em São Paulo

SÃO PAULO - A comemoração do Dia Mundial Sem Carro, nesta terça-feira, não causou muito impacto no trânsito da cidade de São Paulo. A lentidão registrada durante o dia não foi menor que a média histórica. À tarde, com a chuva, o tráfego ficou um pouco pior.

Redação com Agência Estado |

Pela manhã, às 8h30, a Companhia de Engenharia de tráfego (CET) chegou a registrar 73 quilômetros de lentidão, índice considerado dentro da média para o horário. À tarde, o trânsito superou levemente a média, com 63 quilômetros às 13h30.  

Divulgação
Gráfico de lentidão da CET desta terça-feira, com limites inferiores e superiores
No gráfico da CET, a linha vermelha representa a média histórica de trânsito durante o dia e a linha azul, a lentidão registrada durante esta terça-feira. 

Os números da CET mostram ainda que não houve redução significativa nos congestionamentos no Dia Sem Carro desde o ano passado. Em 2008, o pico foi de 76 quilômetros às 9h, três a mais do que neste ano.

Nesta terça-feira, internautas do Último Segundo contaram que deixaram seus veículos na garagem de casa, mas reclamaram da qualidade do transporte público .

O internauta Lucki , de Campinas, no interior de São Paulo, por exemplo, contou ao Minha Notícia que, mesmo debaixo de muita chuva, saiu de casa com sua bicicleta. "No dia mundial sem carro, vesti uma capa amarela de chuva e enfrentando a preguiça e a vontade de pegar o carro para evitar estes transtornos, lá fui eu dar a minha contribuição para esta campanha muito válida!"

Agência Estado
Trânsito em São Paulo nesta terça-feira (23/09), dia em que é comemorado o Dia Mundial Sem Carro
Trânsito em São Paulo nesta terça-feira (23/09), dia em que é comemorado o Dia Mundial Sem Carro

O internauta @Leite65  enviou uma mensagem ao Twitter do Último Segundo relatando também deixou o carro em sua residência e decidiu ir de ônibus ao trabalho. "Fui a pé até a rodoviária d Brasília (Plano Piloto). Depois peguei ônibus até o trabalho. Mas o transporte coletivo é péssimo", reclama.
Sem plano
Como não foi aumentada a quantidade de ônibus e trens em São Paulo, o transporte público só conseguiria absorver 16% dos usuários de automóveis nos horários de pico, se toda a frota circulante de 3,5 milhões parasse.

A São Paulo Transportes (SPTrans), a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e a Companhia do Metropolitano (Metrô) não montaram nenhuma programação especial para a data e circulam com a mesma frota. A alegação é que não está previsto um aumento significativo na demanda por causa da data. A prefeitura do Rio de Janeiro, por exemplo, colocou cerca de mil ônibus a mais nas ruas.

Leia também:

Leia mais sobre: Dia Mundial Sem Carro

    Leia tudo sobre: dia mundial sem carrotransitotransporte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG