Governo Lula tem aprovação recorde de 69%, mostra pesquisa CNI/Ibope" / Governo Lula tem aprovação recorde de 69%, mostra pesquisa CNI/Ibope" /

Mesmo com crise internacional 84% dos brasileiros estão otimistas, diz pesquisa

A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta segunda-feira revela que, apesar da grave crise econômica internacional 84% dos brasileiros acreditam que o ano está sendo bom ou muito bom, contra 80% que tinham esta opinião em junho passado. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/09/29/governo_lula_tem_aprovacao_recorde_de_69_diz_cniibope_1941798.html target=_blankGoverno Lula tem aprovação recorde de 69%, mostra pesquisa CNI/Ibope

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

De acordo com o diretor de relações institucionais da CNI, Marco Antônio Guarita, a pesquisa mostra que a população está otimista com o futuro e ainda não percebeu a crise internacional. Apesar do resultado, o diretor disse que a pesquisa não é capaz de dizer se a população crê numa suposta blindagem do País frente aos abalos estrangeiros.  

Em relação à expectativa para os próximos seis meses, a pesquisa mostra um recuo de 10 pontos percentuais entre aqueles que acreditam que a inflação poderá "aumentar" ou "aumentar muito". Eram 65% em junho e 55% agora. Os percentuais dos que afirmam que a inflação se manterá nos níveis atuais subiu de 18% para 27%. 

Sobre o desemprego, a opinião dos brasileiros aponta numa direção mais otimista. Caiu de 52%, em junho, para 40% o contingente que acredita no aumento do desemprego. Já o percentual daqueles que acreditam no aumento dos postos de trabalho permaneceu o mesmo, ficando em 24%. 

Também houve um aumento expressivo naqueles que acreditam numa manutenção do ritmo de geração de emprego. Eram 21% em junho contra 31% em setembro. 

No quesito renda, 8% dos entrevistados acreditam que ela vai aumentar muito, contra 6% em junho; 32% acreditam que ela vai aumentar ¿ eram 31% há três meses. Houve uma queda naqueles que esperavam uma diminuição da renda. Eram 16% em junho e 9% em setembro. 

Ainda sobre a renda pessoal, 42% acreditam que ela não vai mudar nos próximos seis meses, contra 40% em junho.   

Juros e impostos

A atuação do governo na política de juros ainda é um dos setores mais criticados do governo. Dos entrevistados, 55% desaprovam a atuação do governo na definição dos percentuais, contra 36% que aprovam. Em junho esses números eram de 61% e 31% respectivamente. 

A política de impostos segue a mesma linha da de juros. Enquanto que 56% desaprovam os percentuais, 38% aprovam. Em junho os números eram de 63% e 31%.

A pesquisa CNI /Ibope foi realizada entre 19 e 22 de setembro, entrevistou 2.002 pessoas com mais de 16 anos de idade em 144 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

Leia também:

Outras pesquisas sobre o governo Lula:

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG