Mesa do Senado quer regulamentar escritórios estaduais

A Mesa Diretora do Senado decidiu em reunião hoje que será feito um projeto para regulamentar o escritório estadual dos senadores. Pela proposta, ainda em estudo, só poderão trabalhar nos Estados funcionários comissionados do Senado e os senadores terão de fazer um controle de frequência desses servidores.

Agência Estado |

A Mesa também decidiu anular um ato secreto que aumentou os salários dos chefes de gabinetes das secretarias. Segundo o primeiro-secretário do Senado, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), não foi até agora detectado nenhum servidor que tenha sido beneficiado por esse aumento. Ao todo, são 40 chefes de gabinete de secretarias. "Se algum servidor tiver recebido esse aumento, terá de haver ressarcimento", disse o diretor-geral do Senado, Haroldo Tajra.

Foi definido ainda um novo valor para o auxílio-alimentação dos funcionários terceirizados do Senado e nomeado o novo conselho de supervisão do sistema integrado de saúde, que será presidido pelo senador Marconi Perillo (PSDB-GO).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG