Mercadante: Lula disse que governo precisa do PMDB

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem, em jantar com senadores petistas, que o governo precisa e quer a aliança com o PMDB. Lula disse não concordar com a proposta do PT de licença temporária para o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), por conta da crise política deflagrada por irregularidades na Casa.

Agência Estado |

O relato do encontro foi feito hoje pelo líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP).

No jantar, os senadores petistas disseram ao presidente que consideravam um gesto de grandeza o afastamento temporário de Sarney, para diminuir a tensão do ambiente político e permitir o aprofundamento das investigações por uma comissão suprapartidária. Segundo Mercadante, Lula afirmou à bancada que considera grave a crise no Senado, defendeu apurações com rigor e disse que continuará defendendo a instituição, porque não interessa à democracia e ao País um parlamento fragilizado. "O presidente não concorda com a licença temporária de Sarney e considera que com uma licença, dificilmente Sarney voltará à presidência do Senado e que esse processo vai gerar uma crise política e profunda e um quadro de instabilidade", afirmou Mercadante.

O líder petista disse ainda que o presidente considerou que a oposição tem interesse de aprofundar a crise, controlar o Senado, e que o impasse não é bom no atual cenário da crise econômica internacional. "Mais uma vez o presidente reafirmou que é questão de Estado a governabilidade e que o governo precisa e quer a aliança com o PMDB", afirmou Mercadante. O líder disse que na próxima semana a bancada voltará a se reunir para uma nova avaliação do quadro político.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG