ingênuo de romper com PMDB; assista - Brasil - iG" /

Mercadante diz que PT não vai ser ingênuo de romper com PMDB; assista

BRASÍLIA - O líder do PT no Senado, Aloízio Mercadante (SP), disse nesta quinta-feira que seu partido não vai ser ¿ingênuo¿ a ponto de colocar a governabilidade do País em risco e romper com o PMDB, que tem em seus quadros o presidente do Senado, José Sarney (AP). De acordo com ele, integrantes da bancada chegaram a pedir ao peemedebista que se licenciasse por 30 dias, mas tal ação não vai ser uma imposição da sigla.

Severino Motta, repórter em Brasília |

Consideramos que a melhor solução para essa crise seria licença temporária para distensionar a Casa (...) Era proposta construtiva, para solução. Até porque licença não se impõe, é ato voluntário, disse. Não me peçam aquilo que não posso fazer. Um ato ingenuo, espontâneo, oportunista. Nossa bancada não pode e não fará isso. Queremos reforma do Senado, punição dos responsáveis. Mas sabemos de nossa responsabilidade pela governabilidade. Vamos defender a aliança com o PMDB que é fundamental para o País, completou.

Agência Senado
Mercadante manteve sugestão de licença para Sarney
O líder também destacou que vai trabalhar a serviço de Lula no Senado, e que não fosse essa luta e a busca de apoios para a governabilidade não existiria uma administração federal com mais de 80% de aprovação popular.

A minha combatividade está a serviço do presidente Lula. Se não tivéssemos 30 anos de história, o Brasil não seria o que é.

Mercadante também voltou a cobrar a responsabilidade coletiva na crise dizendo que ela não pode ser imputada a uma só pessoa ¿ no caso Sarney. Segundo ele, não é possível que o DEM, que esteve a frente da primeira-secretaria nos últimos anos, fique de fora dos problemas da Casa.

Mercadante ainda destacou que a bancada de seu partido apresentou a Sarney propostas de criação de uma comissão paralela à Mesa Diretora da Casa para promover as bases da reforma administrativa do Senado e criar uma espécie de Lei de Responsabilidade Administrativa e Fiscal para reduzir custos e o número de funcionários do Senado.

AE
Sarney deve se reunir com Lula nesta sexta
Outra proposta diz respeito à instalação de um colégio permanente de líderes, para que as decisões políticas do Senado sejam tomadas de maneira coletiva, e não somente pelos integrantes da Mesa Diretora.

Ainda nesta noite, a bancada do PT vai se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para definir a posição do partido sobre o afastamento de Sarney. A reunião do PT com Lula deve começar às 20h. Já o encontro de Lula com Sarney, primeiramente previsto para acontecer hoje, só deve ocorrer nesta sexta-feira

Cristovam Buarque

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse nesta quinta-feira que a intervenção do presidente Lula junto à base governista no sentido de dar apoio à manutenção do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), desmoraliza o Congresso . De acordo com ele, a Casa precisa dar um grito de independência ou vai virar uma subsidiária do Executivo.

Leia também:

Leia mais sobre José Sarney

    Leia tudo sobre: mercadantesarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG