BRASÍLIA - O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), disse neste sábado que errou ao anunciar sua renúncia do cargo e depois voltar atrás na decisão. Em mensagem publicada no seu perfil no site de relacionamentos Twitter, o petista pediu aos internautas que considerem suas razões para permanecer na liderança.

"Errei ao dizer que anunciaria uma renúncia irrevogável mas gostaria que vocês conhecessem as razões mais profundas que me levaram a essa decisão", afirmou Mercadante. Na quinta-feira, o petista anunciou no próprio Twitter que faria um discurso onde apontaria os motivos de sua denúncia, em "caráter irrevogável".

Leia a reportagem completa no site do Congresso em Foco

Não tenho como dizer não a Lula, diz Mercadante; assista:

Leia também:

Leia mais sobre: crise no Senado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.