Mercadante afirma que BC poderia ter evitado escândalo do Opportunity

BRASÍLIA - Uma audiência pública reuniu o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), senador Aloizio Mercadante (PT-SP), e o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles nesta terça-feira (15) para discutir o caso do Banco opportunity.

Redação |

Mercadante diz ter estranhado o fato de o BC não ter adotado medidas para evitar o escândalo no qual se envolveu Daniel Dantas, presidente do Opportunity. Para ele, as fraudes poderiam ter sido evitadas se o BC tivesse acionado a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em resposta, Meirelles disse que a instituição, como a maioria dos bancos centrais de todo o mundo, realiza ações administrativas somente quando detecta algum problema. Meirelles disse também que a Diretoria de Fiscalização do BC é independente e trabalha de forma sigilosa.

Ao comentar o escândalo, Mercadante defendeu a abertura de um amplo debate para que o país tenha meios mais eficazes no combate à corrupção no meio financeiro. Ainda em resposta ao questionamento de Mercadante, o Meirelles disse que "o Banco Central trabalha em perfeita sintonia com a Polícia Federal e demais órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público Federal. Sempre quando o BC é solicitado, presta todas as informações necessárias, excluindo o sigilo bancário".

    Leia tudo sobre: bcdaniel dantasescândalosatiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG